DETRAN divulga informações sobre veículos automotores

IPVA São Paulo 2019 DETRAN: Confira abaixo todas as informações sobre o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, o IPVA 2019 de São Paulo.

No Estado de São Paulo as regras do IPVA são definidas e divulgadas pela SEFAZ – Secretaria Estadual de Fazenda e pelo DETRAN – Departamento Estadual de Trânsito entre os últimos meses de um ano e a cobrança do imposto começa a partir de janeiro.

Vencimentos IPVA São Paulo 2019: São duas Tabelas de Vencimentos em SP, uma para Automóveis, Camionetas, Caminhonetes, Ônibus, Micro-ônibus, Vans, Motos e similares e outra somente para Caminhões.

Os vencimentos para automóveis são em janeiro, fevereiro e março. O dia exato de vencimento de cada parcela dentro de cada mês é definido de acordo com o número final da placa do veículo.

Em janeiro vence a primeira parcela e a Cota Única com desconto de 3%. Em fevereiro os contribuintes devem pagar a segunda parcela ou a Cota Única sem desconto e em março é o mês do vencimento da terceira parcela.

Já para caminhões o calendário é um pouco diferente. A opção de parcelamento também é em três cotas, porém com vencimentos nos meses de março, junho e setembro. Há também a opção de pagamento em Cota Única em janeiro, com 3% de desconto, ou em abril, sem desconto.

Pagamento IPVA São Paulo 2019:

O IPVA do deve ser pago nas agências bancárias autorizadas (Bancoob, Bradesco, Banco Do Brasil, Caixa Econômica Federal, Citibank, Daycoval, HSBC, Itaú, Mercantil Do Brasil, Rendimento E Safra), por meio de:

No Guichê do caixa, no autoatendimento, internet ou ainda Débito Agendado através do Código RENAVAM do veículo.

De acordo com a legislação em vigor, o IPVA quando não pago no prazo sujeita-se a acréscimos moratórios de 0,33% por dia de atraso, até o limite de 20%.

Consulta IPVA São Paulo 2019 DETRAN:

A Consulta do IPVA SP 2019 poderá ser efetuada no site do DETRAN ou da SEFAZ, mediante informação dos dados do veículo, como RENAVAM e placa.

Dúvidas sobre Licenciamento de Veículos, DPVAT, Seguro Obrigatório e outras taxas também poderão ser esclarecidas diretamente com Departamento de Trânsito do Estado de São Paulo – DETRAN SP.

Inscrições para o Curso Superior

Comece seu curso superior ainda esse ano, saiba que o Vestibular UNIPAR 2019 vai abrir inscrições em breve e vale a pena você participar, não fique de fora por que hoje em dia a gente tem que aproveitar as oportunidades pois um curso superior tem sido algo básico no dia a dia das pessoas. Então a gente tem que correr atrás das oportunidades e entender que qualificação é importantíssimo em todas as áreas em que iremos atuar. Portanto, se informe mais a respeito e vejam os detalhes.

Para auxiliar os alunos da rede pública de São Paulo a ter um melhor ensino e mais facilidade para passar no vestibular, o Governo Estadual criou o Caderno do Aluno, o qual tem como objetivo igualar o ensino em todas as instituições e também que o aluno se dedique mais aos estudos.

Tenha conhecimento dos cursos do Vestibular UNIPAR 2019 que você poderá concorrer, abaixo temos as informações e a listagem deles, saiba que no dia das inscrições você pode marcar até três opções diferentes, o que é ótimo para quem está em dúvidas sobre qual concorrer:

  • Administração;
  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas;
  • Biomedicina;
  • Arquitetura e Urbanismo;
  • Ciências Contábeis;
  • Ciências Biológicas;
  • Design de Moda;
  • Direito;
  • Educação Física;
  • Enfermagem;
  • Engenharia Agronômica;
  • Engenharia Civil;
  • Farmácia;
  • Fisioterapia;
  • Gestão Ambiental;
  • Gestão Comercial;
  • História;
  • Matemática;
  • Medicina Veterinária;
  • Nutrição;
  • Odontologia;
  • Pedagogia;
  • Processos Gerenciais;
  • Psicologia;
  • Publicidade e Propaganda;
  • Química Industrial;
  • Sistemas de Informação.

Sua inscrição no Vestibular UNIPAR 2019 poderá ser feita tanto no site da faculdade como na própria instituição, depois você tem apenas que efetuar o pagamento do boleto para confirmação da mesma. Fique de olho nos prazos, tem um cronograma no site com todas as etapas para que você não perca nenhuma delas. Participe, hoje a gente tem que buscar conhecimento para que possamos atuar dentro da área em que temos interesse, o que é de fundamental importância também. Então não deixe de iniciar sua graduação dentro da sua área de interesse, e dê o seu melhor.

Seguro Vida – A Cobertura para a sua vida é com o Seguro de Vida

O Seguro de Vida, dentro da história dos seguros, pode ser considerado novo, basta recordar que na Roma clássica ou na era da expansão mercantil-exploradora renascentista os seguros se voltavam apenas à proteção marítima, ou pelo menos a tinha como foco, entretanto, no Brasil este se tornou um dos primeiros seguros, datando 1916.

Existem diversos seguros que você pode optar ou não por fazer, mas o Seguro DPVAT 2019 é obrigatório e deve ser pago todos os anos, o mesmo é utilizado para pagar indenizações as vítimas de acidentes de trânsito.

Seguro de Vida

Seguro de Vida

O seguro de vida representa, hoje, mais que uma simples remuneração em forma de pensão ao cônjuge ou aos dependentes legais em caso de morte do segurado, ela também pode atuar como uma renda (ou capital) em vida caso haja invalidez advinda de motivos externos, seja uma pensão vitalícia em caso de invalidez total e permanente, por exemplo, seja uma temporária devido invalidez do segurado.

Motivos de ter um seguro de vida

Abaixo, tem-se a explicação sobre o funcionamento do seguro: e suas atuações em caso de morte, invalidez (simples; total; permanente). E também sobre o seguro para o segurado e para sua família.

O seguro de vida tem em seu plano básico e obrigatório a cobertura por morte do segurado (por qualquer situação), ou como dupla indenização (duplicação do valor da indenização ao beneficiário) por morte acidental do segurado coberta mediante contratação e cláusulas. O seguro remunera os beneficiários em forma de renda ou capital, podendo ainda ser uma compilação das duas.

Entretanto ainda há coberturas que oferecem vantagens adicionais ao segurado, como, por exemplo: renda em caso de morte ou invalidez. Como processo inicial na aquisição de um seguro de vida, é feita uma série de perguntas averiguando o risco a ser segurado, quanto menor for a possibilidade de morte por causas naturais, menor será o preço do seguro, por exemplo, os não-fumantes geralmente tem uma vantagem no preço estipulado na apólice em relação aos fumantes.

Além da renda aos beneficiários estipulados na contratação do seguro de vida, existem adicionais que podem fazer que o beneficiário seja o próprio segurado, caso haja um sinistro (coberto, como invalidez causada por acidente).

O DPVAT 2019 RJ deve estar sempre com o pagamento em dia, caso contrário você condutor do veículo pode receber multas e até perder o seu veículo.

O valor e o tempo desse prêmio dependem do tipo de invalidez do segurado: se for simples apenas o impossibilitando de trabalhar (trabalho rentável) por algum tempo, quando a invalidez é total e permanente (que impossibilita o exercício de práticas laborais rentáveis) há maiores prêmios (capital ou renda) em que beneficiário é o próprio segurado.

Além do seguro de vida (que é amplamente utilizado nos países considerados desenvolvidos), existem os seguros de sobrevivência que remuneram o segurado em vida, como por invalidez senil, por exemplo, (como seguro de previdência privada e acidentes pessoais) que possibilitam maiores confortos à vida pessoal.

Confira Nova Regra para Alunos Isentos

O Ministro da educação publicou nesta sexta (15) no Diário Oficial da União uma portaria que estabelece que os alunos isentos da taxa de inscrição, que não comparecerem na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) precisarão justificar a ausência para não perder a isenção no ano seguinte.

Segundo ministro Renato Janine Ribeiro, os detalhes da justificativa ainda serão definidos, mas a portaria afirma que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) será o responsável por avaliar os motivos de ausência dos alunos.

Prova Enem para entrar na faculdade

Prova Enem para entrar na faculdade

Datas e inscrições

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019 será realizado em 24 e 25 de outubro. Lembre-se de fazer a inscrição Enem 2019 dentro do prazo. O ministro afirmou que a publicação do edital com todas as regras do Enem 2019 será feita na edição da próxima segunda-feira (18) do “Diário Oficial da União”.

Ensino Superior Europeu

A Europa tem muitas centenas de instituições de ensino superior reconhecidas como centros de excelência em todo o mundo. No entanto, os sistemas de ensino superior têm sido normalmente estabelecidos a nível nacional. A crescente integração europeia está a mudar esta situação, com o desenvolvimento do Espaço Europeu do Ensino Superior (EEES) que ajuda a aumentar a atratividade do ensino superior na Europa.

Plano Nacional de Educação

Plano Nacional de Educação

O EEES constitui uma região com uma base de conhecimentos de prestígio mundial e instalações de investigação de elevada qualidade em centros de excelência de renome internacional. São estas características que atraem todos os anos milhares de estudantes estrangeiros para estudarem na Europa.

O aumento da mobilidade e das ligações entre os sistemas de ensino superior nacionais serve para reforçar esta atração. Os estudantes estrangeiros que viajam para a Europa podem verificar a extraordinária diversidade que esta tem para lhes oferecer (fora e dentro da universidade), enquanto aproveitam a fácil transferibilidade dos cursos, qualificações e oportunidades de investigação.

Processo de Bolonha

O processo de Bolonha visa criar o Espaço Europeu de Ensino Superior (EEES) até 2010. O EEES está a ser desenvolvido através da cooperação entre ministérios, instituições de ensino superior, estudantes e docentes de 46 países, com a participação de organizações internacionais. O sítio Web do Secretariado de Bolonha fornece informações sobre os países e as organizações envolvidas.

O Processo de Bolonha fomenta, nomeadamente, a cooperação europeia em matéria de garantia da qualidade do ensino superior. Outros importantes objetivos incluem:

  • Um sistema de graus acadêmicos facilmente legível e comparável;
  • A introdução de um sistema de três ciclos (Licenciatura/Mestrado/Doutoramento);
  • O apoio à mobilidade crescente de estudantes e pessoal acadêmico;
  • Reconhecimento de qualificações (por exemplo, o Suplemento ao Diploma de períodos de estudo através de um sistema europeu de créditos acadêmicos (por exemplo ECTS, ECVET, NARIC);
  • A promoção da dimensão europeia do ensino superior.

O Espaço Europeu do Ensino Superior dotará a Europa de uma extensa base de conhecimentos avançados. É também um importante componente da Agenda de Lisboa, contribuindo para a promoção da competitividade europeia, a criação de uma economia baseada no conhecimento e a garantia de uma maior sustentabilidade e coesão.

Pronatec no Brasil

Existem diversas oportunidades no Brasil para o cidadão se qualificar, uma dessas é o programa Pronatec, o qual foi criado pelo Governo para que as pessoas possam ter uma vida melhor, oferecendo para os mesmos cursos de nível técnico e profissionalizantes de forma gratuita.

Não perca essa oportunidade, acesse o site do programa, escolha o curso que mais lhe agrade e realize as inscrições Pronatec.

Reforço para ganhar eleição

A diretoria corintiana não confirma, mas corre o boato nas alamedas do Parque São Jorge de que o clube está preparando uma contratação de peso para a semana que antecede as eleições à presidência — elas vão ocorrer em 11 de fevereiro.

A ideia é turbinar a campanha de Mário Gobbi com o anúncio de um grande reforço, do nível de Montillo. O candidato de Andrés Sanchez encontra alguma rejeição no Timão por ser considerado pouco carismático e sem grande história no clube.

O prefeito de Rio Preto, Valdomiro Lopes (PSB), confirmou neste sábado (16) que vai disputar a reeleição em outubro. Valdomiro participou de evento que reuniu dirigentes de 12 partidos aliados na sede da Acirp, na avenida Bady Bassitt.

Durante o encontro, os presidentes de partidos de entregaram documento com apoio das legendas à candidatura de Valdomiro. Participaram da reunião o deputado federal Rodrigo Garcia (DEM) e Vaz de Lima (PSDB).

Também por aclamação, Ivani Vaz de Lima, mulher de Vaz de Lima, foi definida como candidata a vice-prefeita na chapa de Valdomiro.

“Vamos em frente para mais uma batalha”, afirmou Valdomiro.

Cerca de 800 pessoas participaram do encontro. Vaz de Lima afirmou que o prefeito terá apoio do governador Geraldo Alckmin. “Ele vai participar da campanha”, disse o deputado.

A candidatura de Valdomiro será oficializada na convenção do partido, ainda não marcada.

Local de Votação

Como saber o local de votação é muito simples, há três diferentes maneiras, pela internet no portal do TSE – Tribunal Superior Eleitoral, no cartório eleitoral em que está situado sua inscrição e pela Central de Atendimento ao Eleitor.

Informações sobre Pós-Graduação

Pós-Graduação é um curso direcionado a estudantes que já possuem ensino superior, sendo considerado um curso de especialização. Há dois tipos de Pós-Graduação, que são lato sensu e stricto sensu, e dentro delas há várias categorias para formação.

Primeiro vamos entender o que é uma Pós-Graduação lato sensu e stricto sensu.

Pós-Graduação lato sensu

O lato sensu é um curso de especialização que pode atingir dois anos de curso, tendo até 360 horas de aula. Esse tipo de especialização dá oportunidade a quem se graduou de se especializar em uma área específica, podendo ser uma área diretamente ligada à primeira graduação ou não.

Pós-Graduação stricto sensu

O stricto sensu são os cursos de doutorado e mestrado, que são direcionados para carreiras acadêmicas ligadas a pesquisa. O mestrado tem duração melhor indicada de dois anos e meio, e o doutorado tem a média de quatro anos, para completar todas as pesquisas e elaboração da tese.

Nessa especialização é feita uma prova escrita, tendo de ser aprovado também na análise de currículo e entrevista, ser bilíngue e expor um bom projeto de pesquisa.

Mestrado Profissionalizante: O mestrado profissional (MP) é um título terminal, distinguindo-se do acadêmico porque este prepara um pesquisador que prosseguirá sua carreira com o doutorado, enquanto no MP o que se almeja é imergir um pós-graduando na pesquisa, fazer que ele a conheça bem, mas não necessariamente que ele depois continue a pesquisar.

O MP não é indicado para ser feito assim que terminada uma graduação, tendo melhor aproveitamento depois de alguma maturidade vivida na profissão que foi escolhida.

Mestrado acadêmico

Visa a formação de pesquisadores e docentes, tendo eles um aprofundamento de conhecimento ou técnicas de pesquisa científica, tecnológica ou artística, obtendo sua formação completa cursando o doutorado. No Mestrado Acadêmico haverá uma dissertação final que com esta almeja-se ao menos um artigo científico em simpósios/congressos nacionais, ou matérias de alta relevância, que trarão benefícios para a dissertação.

Doutorado

O Doutorado tem como finalidade certificar a capacidade do candidato para desenvolver investigação num determinado campo da ciência (no seu conceito mais abrangente). Nesta graduação espera-se que o aluno tenha total independência de trabalho e criatividade, com a realização de criação de novo conhecimento, sendo eles publicados em excelentes veículos de comunicação, mostrando-se total capacidade em experiência de pesquisa.

No entanto, devemos lembrar que para chegar nessa fase é necessário muito estudo, e para isso, precisa-se de dinheiro, o que muitas pessoas não tem. Mas isso pode mudar, acesse o Portal do Aluno Educa Mais Brasil, um programa que fornece bolsas de estudos parciais e integrais, assim, você terá chance de fazer uma pós-graduação.

Guia GPS

Antes de ensinar a você como conseguir a sua Guia GPS do INSS precisamos entender precisamente o que ela é e para que serve. Não queremos que você perca tempo esperando algo que não vai atender as suas necessidades ou ao que você precisa, prezamos pela satisfação dos nossos leitores acima de tudo.

Vamos primeiramente entender a sigla, GPS que dizer “Guia da Previdência Social”, sendo assim, quando falamos Guia GPS estamos usando quase que um acrônimo recursivo já que o G da sigla também significa Guia. Sabendo então que o GPS é uma guia e não um aparelho, você já sabe que ele se destina a fins burocráticos ligados a previdência social do Brasil.

O GPS é um documento fundamental para o funcionamento do INSS quando falamos de empresas que fazem o recolhimento dos seus funcionários diretamente na fonte, ele também é utilizado para pessoas que tem empregada doméstica ou profissionais autônomos.

Com a guia gps em mãos basta o contribuinte ou empresa ir até um banco conveniado para realizar o pagamento, ele também pode ser feito em casas lotéricas em todo o país. Caso julgue necessário ou prefira você pode também colocar em débito automático o recolhimento do valor.

Mas não se engane o GPS é utilizado para recolhimentos de profissionais que trabalham no regime de CLT, como profissionais liberais e outros casos especiais. Profissionais CLT podem consultar seu extrato INSS em nossa página inicial INSS.

Como preencher a Guia GPS do INSS

Agora que sabemos como funciona e para que ser a gps, podemos então começar a falar sobre o seu preenchimento que é fácil, porém requer muita atenção.

Para isso você precisa ter o seu NIT em mãos que é o número de identificação do trabalhador, fique atento pois qualquer erro no preenchimento desta guia pode levar você a ter que enfrentar alguns problemas para corrigir isso. A previdência social pensando na dificuldade de algumas pessoas em preencher o formulário, criou uma página que irá ajudar na hora de fazer esse preenchimento que é a seguinte:

www.receita.fazenda.gov.br/previdencia/gps/OrientPreench.htm

Acesse a página acima e saiba como fazer o preenchimento correto da sua guia gps.

Existe um valor mínimo para recolhimento que é o de dez reais, caso o valor seja menor do que este você deve esperar até mês seguinte para acumular e caso chegue a este valor, você poderá fazer o pagamento sem nenhum problema em postos autorizados a receber o recolhimento de valores da sua guia GPS

Inscrições estão abertas para vestibular no Paraná

A UFPR (Universidade Federal do Paraná) abre edital para realização de processo de seleção Vestibular 2019 da instituição.

Os interessados em participar da seleção devem realizar inscrição no período de 19 de agosto e 16 de setembro de 2018, exclusivamente pela internet, através do endereço eletrônico: www.nc.ufpr.br/‎ , onde o aluno deverá preencher o formulário disponível e posteriormente realizar pagamento do valor de R$ 79,00 referente à taxa de inscrição.

Após a realização da inscrição, caso haja necessidades de mudanças no cadastro, como alteração como a opção do curso ou a Língua Estrangeira avaliada, o inscrito terá até o dia 18 de setembro de 2018 para fazê-lo pagando uma nova taxa no valor de R$ 15,00.

Conforme calendário da IES a data prevista para realização da primeira etapa do Vestibular é para o dia 3 de novembro de 2013, e a prova consistirá de conhecimentos gerais em Português, Língua Estrangeira, História, Geografia, Biologia, Química, Física e Matemática. Já a segunda fase será entre os dias 1 e 2 de Dezembro de 2018.

No calendário disponibilizado pela IES não foi divulgada a data prevista para apresentação do resultado final com relação dos aprovados.

Vestibular UFPR 2019 Realização da 2ª etapa

Nos dias 1º e 2 de dezembro de 2018, 14.087 inscritos no Vestibular da UFPR 2019 (Universidade Federal do Paraná) irão participar da segunda etapa de seleção da IES.

As provas irão acontecer simultaneamente em 11 locais nas cidades de Curitiba e Palotina.

As avaliações do dia 1º de dezembro de 2018 serão sobre Compreensão e Produção de Textos, que contarão com cinco questões discursivas que totalizaram 60 pontos e terão início às 13h30 e duração de 4 horas e meia.

No dia 2 de dezembro as avaliações serão destinadas às disciplinas de Biologia, Física, Química, Matemática, Geografia, História, Sociologia e Filosofia.

Na cidade de Curitiba, a Pontifícia Universidade Católica (PUC), no Prado Velha, será responsável pelo recebimento do maior número de vestibulandos que contarão com 4.024 estudantes. Já no Centro Politécnico 3.327 estudantes irão realizar as provas, e 1.165 vestibulandos serão encaminhados ao Setor de Ciências Sociais Aplicadas no Campus Jardim Botânico. O Colégio Estadual Paulo Leminski também receberá vestibulandos da Universidade Federal do Paraná no Setor de Ciências Agrárias.

Os cursos mais concorridos na IES são os de Medicina, que conta com 70,50 candidatos por vaga, Arquitetura e Urbanismo, que conta com 30,75 de candidatos por vaga, Publicidade e Propaganda, que conta com 29,29 candidatos por vaga, Direito no turno matutino, com 28,31 candidatos por vaga, e o curso de Jornalismo possui concorrência de 26,04 candidatos por vaga.

A IES ainda oferta 1.596 vagas para o SISU (Sistema Unificado do Governo Federal), segundo as estatísticas da UFPR 50,39% dos inscritos são do sexo feminino, 49,61% do sexo masculino. Para os interessados nas cotas disponíveis a IES possui dois sistemas: o sistema próprio da UFPR, que reserva 15% das vagas aos quotistas; e o sistema instituído pelo Governo Federal, que reserva 25% das vagas.

A data prevista para que seja realizada a divulgação oficial do resultado do Vestibular é 10 de janeiro de 2019.

Legalize o seu veículo

IPVA – É um tributo anual onde os proprietários de automóveis de passeio, utilitários, caminhonetes, motocicletas, ônibus, caminhões, aeronaves e embarcações, salvo em situações de isenção ou imunidade.

O IPVA 2019 tem como fato gerador a propriedade do veículo no 1º dia útil de janeiro de cada exercício, no entanto tratando-se de veículo novo, considera-se ocorrido o fato gerador na data de sua aquisição. A seguir veja mais detalhes sobre o IPVA do seu estado!

Isenção do IPVA

Muitos proprietários ainda não sabem sobre como pedir e quem tem direito a isenção do pagamento do IPVA. Cada estado possui legislação própria, por isso o primeiro passo é verificar se a legislação de seu estado contempla a isenção do IPVA para os veículos adaptados ou utilizados para o transporte de pessoas com deficiência, podendo se enquadrar nessa condição o paciente de câncer com algum tipo de limitação, esse tipo de informação pode ser obtida nos DETRANS e nas secretarias estaduais da fazenda.

As concessionárias e revendedoras de veículos também costumam orientar seus clientes quanto à possibilidade de usufruir do benefício tributário e como proceder nesses casos específicos.

Em alguns países os donos de veículos mais antigos pagam mais, na maioria dos estados do Brasil os carros mais velhos são isentos do IPVA, onde alíquota varia de 0,5% a 4% do valor venal do veículo.

Como é cada estado que escolhe quem vai ser beneficiado, variam entre 10 a 25 anos da data que foi fabricado o veículo existe uma tabela de como funciona em cada estado a isenção dos veículos, o IPVA SP 2019 segue essa linha.

Valor do IPVA

O valor do IPVA é definido com base em alguns critérios básicos que variam de estado para estado, onde o cálculo do imposto a ser pago é feito a partir do valor venal do próprio veículo e da alíquota do imposto definido por cada estado.

O proprietário do veículo deve pesquisar sobre o valor venal do automóvel, valor este que é determinado pela tabela FIPE. Os preços médios dos veículos, por sua vez, são calculados pela Fipe que tem uma tabela de acordo com ano, modelo, entre outras características. Um exemplo se um veículo de 30 mil reais tem alíquota de 1%, significa que o seu IPVA RJ 2019 é de R$ 300,00.

O cálculo do valor do IPVA é feito baseado no valor venal do veículo, sobre o qual aplica-se uma alíquota que varia de 1 a 4%. O pagamento do referido imposto pode ser feito de uma só vez que conta com um benefício que é o desconto que varia de cada estado ou em três parcelas consecutivas já parcelando você não tem direito ao desconto, com as datas de vencimento escalonadas de acordo com o final de placa.

Como fazer o parcelamento do IPVA

Os débitos pendentes de exercícios anteriores, não inscritos em dívida ativa, podem ser parcelados pela internet, no site da Secretaria da Fazenda do seu estado, veja algumas dicas abaixo:

  • Acesse o menu IPVA;
  • Informe o número do seu Renavam.

Selecione os exercícios que deseja parcelar, preencha os dados do solicitante, a quantidade de parcelas do IPVA desejadas e concluir, após ter feito isso é só imprimir a sua guia da 1° parcela para pagamento. Não é mais necessário apresentar documentos no ato da regularização do seu IPVA MG 2019, irá se formalizar o parcelamento com o pagamento da primeira parcela.

Os débitos inscritos em dívida ativam só podem ser parcelados pessoalmente, nas agências da receita Estadual, os proprietários que forem fazer o parcelamento do IPVA nas agências da Receita Estadual deverão comparecer munidos com os seguintes documentos em mãos:

  • Certificado de Registro;
  • Licenciamento de Veículo – CRLV;
  • Documentos pessoais do proprietário.

Caso o requerente seja um terceiro, deverá apresentar procuração com poderes específicos para parcelar o IPVA, o parcelamento é possível, inclusive para débitos vencidos, mas o imposto tem acréscimo por causa dos juros.