Ensino Superior Europeu

A Europa tem muitas centenas de instituições de ensino superior reconhecidas como centros de excelência em todo o mundo. No entanto, os sistemas de ensino superior têm sido normalmente estabelecidos a nível nacional. A crescente integração europeia está a mudar esta situação, com o desenvolvimento do Espaço Europeu do Ensino Superior (EEES) que ajuda a aumentar a atratividade do ensino superior na Europa.

Plano Nacional de Educação
Plano Nacional de Educação

O EEES constitui uma região com uma base de conhecimentos de prestígio mundial e instalações de investigação de elevada qualidade em centros de excelência de renome internacional. São estas características que atraem todos os anos milhares de estudantes estrangeiros para estudarem na Europa.

O aumento da mobilidade e das ligações entre os sistemas de ensino superior nacionais serve para reforçar esta atração. Os estudantes estrangeiros que viajam para a Europa podem verificar a extraordinária diversidade que esta tem para lhes oferecer (fora e dentro da universidade), enquanto aproveitam a fácil transferibilidade dos cursos, qualificações e oportunidades de investigação.

Processo de Bolonha

O processo de Bolonha visa criar o Espaço Europeu de Ensino Superior (EEES) até 2010. O EEES está a ser desenvolvido através da cooperação entre ministérios, instituições de ensino superior, estudantes e docentes de 46 países, com a participação de organizações internacionais. O sítio Web do Secretariado de Bolonha fornece informações sobre os países e as organizações envolvidas.

O Processo de Bolonha fomenta, nomeadamente, a cooperação europeia em matéria de garantia da qualidade do ensino superior. Outros importantes objetivos incluem:

  • Um sistema de graus acadêmicos facilmente legível e comparável;
  • A introdução de um sistema de três ciclos (Licenciatura/Mestrado/Doutoramento);
  • O apoio à mobilidade crescente de estudantes e pessoal acadêmico;
  • Reconhecimento de qualificações (por exemplo, o Suplemento ao Diploma de períodos de estudo através de um sistema europeu de créditos acadêmicos (por exemplo ECTS, ECVET, NARIC);
  • A promoção da dimensão europeia do ensino superior.

O Espaço Europeu do Ensino Superior dotará a Europa de uma extensa base de conhecimentos avançados. É também um importante componente da Agenda de Lisboa, contribuindo para a promoção da competitividade europeia, a criação de uma economia baseada no conhecimento e a garantia de uma maior sustentabilidade e coesão.

Pronatec no Brasil

Existem diversas oportunidades no Brasil para o cidadão se qualificar, uma dessas é o programa Pronatec, o qual foi criado pelo Governo para que as pessoas possam ter uma vida melhor, oferecendo para os mesmos cursos de nível técnico e profissionalizantes de forma gratuita.

Não perca essa oportunidade, acesse o site do programa, escolha o curso que mais lhe agrade e realize as inscrições Pronatec.

Deixe um comentário