Prova do ENEM

A alienação e a mais-valia – Karl Marx

Esse assunto pode ser resumido como a sociologia sob o conceito de Karl Marx e é um tema muito cobrado em provas de vestibular e também no ENEM, estuda-lo mais a fundo é garantia de pelo menos uma questão acertada. Esse artigo vai colocar pontos pertinentes da discussão que fará com que você entenda esses conceitos de Marx de maneira mais fácil e também irá direcioná-lo para uma pesquisa mais aprofundada. Alienação e mais-valia segundo Karl Marx, confira nesse post.

Prova Enem 2018

Prova Enem 2018

Assim como Hegel, Karl Marx tem em seu conceito de alienação um sentido negativo, entretanto, com uma notável diferença. De acordo com Marx a alienação trata-se de uma condição em que o trabalho não é reconhecido como um instrumento para a plena realização do homem e da sua condição enquanto humano e sim uma ferramenta para sua escravização que vem desumaniza-lo quando mede deu valor pelo que possui e pelo seu poder de acumular. Marx ainda afirma que a grande responsável pela alienação do homem é a justamente a modernidade e todas as suas novas formas de produção. Isso ocorre porque o trabalho torna-se cada vez mais especializado e dividido.

A necessidade de terceirizar para produzir em grande escala faz com que os indivíduos fiquem cada vez mais longe daquilo que produzem. O trabalhador sequer consegue reconhecer o que produziu tão pouco se sente parte do fruto do seu trabalho.

Alienação e mais-valia: transformação do homem em máquina

Com essas novas formas de produção o homem acaba por perder sua condição humana e transforma-se meramente em uma máquina programada para sempre repetir os mesmos esforços e sempre com o mesmo propósito: A busca desenfreada pelo capital que jamais conseguirá de quantidade suficiente para viver com dignidade, nem mesmo para adquirir o produto que é produzido com seus esforços. A produção moderna além de iniciar a divisão de trabalho também traz consigo a cruel e desumana divisão social. Esse meio de organização bem como essa nova configuração do modo do trabalho foi primordial para que a sociedade capitalista nesses moldes quem bem conhecemos se desenvolvesse.

Karl Marx

Karl Marx

A mais-valia é a marca mais que registrada de Karl Marx, a mais-valia traz em seu conceito importantes definições que são essenciais para que consigamos entender a organização do modo de produção capitalista e todas as suas vertentes de apropriação do trabalho. O termo “mais-valia” basicamente vem discutir a diferença que existe entre os valores das mercadorias produzidas, o valor final dos seus meios de produção e, finalmente, o valor do trabalho que nada mais é do que o lucro no sistema capitalista em que vivemos.

À primeira vista o conceito de mais-valia pode parecer algo bem simples de ser interpretado ou entendido, contudo, o próprio Marx logo percebeu que a coisa toda era algo bem complexo já que muitos desses valores analisados não eram grandezas concretas e absolutas. Esses valores eram, na verdade, passíveis de bastante variabilidade de acordo com as características distintas de cada sociedade. O autor constatou que os valores de trabalho, sem a menor dúvida, não eram limitados ao valor de sobrevivência, pois em cada sociedade ele trazia consigo valores e costumes culturais distintos.

O que ficou provado, no entanto, é que constantemente os valores atribuídos ao trabalho e também a todo o processo de produção eram infinitamente inferiores ao valor que era cobrado pelo produto final. Dessa forma eram gerados lucros altíssimos para o capitalista que era domo dos meios de produção. Na atualidade as coisas não mudaram, é fácil perceber a diferença injusta entre o salário do trabalhador e dos empresários. Isso é alienação do trabalho, e resumindo, o trabalhador pode até conseguir sobreviver com o salário que ganha, mas dificilmente conseguirá comprar a mercadoria que é o produto final do seu trabalho a depender do setor onde atua.

Mais-valia absoluta

Marx ainda percebeu outros meios utilizados pelos capitalistas para aumentar sua margem de lucro. Um deles é obrigar o empregado a exceder sua jornada de trabalho mantendo o salário pago em uma constante invariável mesmo que sua produção tenha aumentado. Isso foi denominado por Marx de “mais-valia absoluta”. Dessa forma o capitalista dono dos meios de produção conseguiu aumentar sua produção bem como seus lucros sem aumentar gastos com a força de trabalho.

Se você deseja participar do Enem 2018 estude sobre isso e sobre as filosofias do mundo, tenha sempre muito conhecimento.

Acompanhe o edital no site do INEP e realize a sua inscrição para o Enem o quanto antes.damon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *